Meus óculos favoritos

No vídeo de hoje resolvi falar sobre os meus óculos que amo tanto. Além de mostrar os óculos também conto onde comprei e a marca deles. Comentem, curtam e compartilhem. Espero que gostem!

Anúncios

Wishlist de Abril

IMG_1249[1].PNG

1. Guia Prático da Beleza: por dentro e por fora

Vi uma dica desse livro na internet e achei super interessante devido ser escrito em colaboração com uma nutricionista e uma dermatologista que deram dicas – até mesmo caseiras – de beleza.

2. A Parisiense: O Guia de Estilo de Ines de La Fressange      

Esse é outro livro que há tempos to querendo, porém achava um pouco caro. Por sorte esses dias entrou em promoção nas internet da vida e consegui comprar um exemplar finalmente – to ansiosa para ler. É um livro como o nome já diz, guia de estilo com dicas, tendências e imagens.

3. Lápis para linha d’água                                                                                                              

Acho que é um dos principais elementos da maquiagem que é indispensável, ajuda bastante destacar o olhar e da aquela diferença na maquiagem como todo. Eu tinha um branco, mas confesso que ficava muito aparente. Ele acabou faz um tempinho, e desde então venho cobiçando um lápis -agora bege.

4. Shorts Jeans  

Sim, quase inverno e eu querendo um shorts jeans… Mas isso porque todos os que eu tinha não me servem mais e tenho apenas dois. Eu pretendo ir em algum brechó pra ver se acho algum legal, quero algum modelo mais vintage mesmo.

5. Iluminador High Beam – Benefit

Não tenho nenhum iluminador ainda, mas vi umas resenhas super boas falando desse, principalmente pra quem tem pele mais clara. Pra quem ainda nao viu, tem um post sobre iluminador/glitter aqui.

6. Espelho gigante  

Se vocês soubessem o quão ruim é viver sem espelho grande… É bem sofrido, mas não acho nenhum bonito em nenhum lugar to pensando até em mandar fazer um. Primeiro tenho que guardar dinheiros.

 

 

Cheia dos brilhos

Quarta feira, quase sexta, quase final de semana e isso me faz pensar em uma coisa só: GLITTER!!

Sim, glitter, purpurina, paetê, lantejoula como preferir… Quem não ama?! Seja na roupa, no rosto, nos acessórios ou na vida. Tudo que brilha alegra a gente, encanta e nós faz sentir bem ou melhor, nos deixa com um certo poder que surge de dentro e que de uma maneira – inexplicável – nos torna desinibidos do preconceito ou das caras feias.

  • Na maquiagem você pode investir nas sombras com Glitter, cílios com aplicações ou ate mesmo colocar o Glitter como batom mesmo. Já os que não são adeptos a tanto brilho tem a opção do iluminador, hoje super em alta ajuda a fazer essa emoção do Glitter de forma mais discreta – você pode aplicar no canto dos olhos para realçar o olhar e também nos “ossinho” entre os olhos e as bochechas.
  • Em questão de cabelo pode ser um pouco mais difícil e não tao discreto, mas fica lindo também. A ideia é aplicar na raiz como se fizesse um degrade com o cabelo:
  • Já nas roupas tem bastante opção e bem variadas, o legal é que você pode customizar as suas próprias roupas – uma ótima peça pra fazer isso é o jeans tanto jaqueta quanto calça ou shorts.
  • E nada menos importante que sapatos! Aqui também tem várias opções e bem diferentes, e você pode customizar o seu próprio se preferir.

Hoje o post é só pra dar um gostinho de final de semana mesmo, para dar aquela vontade de colar o glitter na cara e ir comprar pão!

Deixem seus comentários e sugestões.

 

Consumo Consciente

O post de hoje fala sobre comprar. Seja roupas, calçados ou coisas em geral, você já parou para (re)pensar sobre o por que comprar o que não é necessário ou por impulso do momento?

Comprar coisas por mais fúteis e desnecessárias que sejam, acabam sempre fazendo você se sentir melhor, sentir uma alegria inexplicável por apenas ter aquilo… Mas esta sensação dura pouco, e o pior, você sempre vai querer adquirir mais e mais e nunca será o suficiente.

Entretanto quero propor um (novo) ato de comprar – o comprar de forma consciente. A ideia é você se desfazer de coisas que não usa mais, repensar no que quer para recompor o seu estilo e o que é necessário para você naquele momento, é a hora de colocar na balança aquilo que realmente importa. Resultado disso você pode doar a quem precisa ou até mesmo criar o seu próprio brechó físico ou online com aquelas coisas que não usa mais. Com este dinheiro do brechó, você pode finalmente comprar aquilo que tanto queria mas não tinha verba e deixa de ser um acumulador maniaco.

Junto a isso, pode também consumir dessas lojas vintages. Já parou para pensar quanto custa aquela roupa super cara que você tanto queria daquela marca x, no brechó?! Pois então, geralmente brechós são bem mais em conta e você encontra várias coisas legais e parecidas com a moda atual devido as tendências passadas estarem voltando.

Desse modo você pode repensar nas suas atitudes como consumidor e investir naquilo que realmente quer sem gastar o desnecessário. Algum dos brechós online que gosto e indico são:

Boas compras – agora de forma consciente. E lembre-se, menos é mais.

“A Moda É a Grande Tendência da Cultura”

O post de hoje é sobre cultura, pra quem gosta de moda, e um pouco de historia. Afinal cultura e conhecimento nunca são demais.

“Vitrines e Coleções Quando a Moda Encontra o Museu” de Christine Ferreira Azzi, livro que li a pouco e achei super interessante a abordagem e o tema que apresenta ao leitor. Uma breve história sobre a moda entreligada com museus e exposições, ou seja, a moda como historia e os museus como lugar fundamental para apresenta-las.

9788589617369

“…Nunca a moda esteve tao em evidência quanto nas ultimas décadas. Prova disto são as grandes exposições, desfiles performáticos, estilistas e modelos com status de celebridades, revistas conceituadas dedicadas ao tema, criação de cursos acadêmicos e estudos na área…” – pág 59

De Maria Antonieta à Coco Channel, o livro fala de estilistas, como a moda influenciou cada década, revoluções no meio, a historia da moda no brasil e no mundo e até mesmo de referências que inspiraram e fizeram moda – como Carmen Miranda. Apesar de citar superficialmente sobre moda, é um livro curto e legal para entender um pouco sobre o assunto e conhecer diferentes formas de envolver a moda como cultura e história e não apenas algo fútil e sem conteúdo.

Outra coisa que achei super legal é um guia de museus sobre moda que se encontra no final do livro, fazendo um breve resumo do que cada um apresenta, sua historia, local e horário de funcionamento. Junto a isso são apresentados os sites de cada museu que apresenta algum conteúdo online gratuito – muito útil para quem não tem como ir ao museu físico. É um prato cheio para quem gosta de moda ou quer conhecer mais sobre o assunto, são algum deles:

E há também os museus aqui do Brasil, muitas vezes não específicos de moda mas que tem algo envolvido. É legal conhecer pra quem tem oportunidade:

  • Museu do Traje e do Têxtil (Salvador, Bahia – 2005)
  • Museu Carmem Miranda (Rio de Janeiro – 1956/76)
  • Museu Têxtil Décio Mascarenhas (Caetanópolis, Minas Gerais – 1983)
  • Museu Nacional do Calcado (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul – 1998)

Visitem os sites, vale muito a pena – de verdade. Espero que tenham gostado dessa dica, deixem comentários, ideias… E assim que possível postarei mais resenhas de livros.

Outono

Já é oficialmente outono, previa do inverno – melhor estação na minha opinião. Então decidi fazer um post como inspiração. Espero que gostem.

  • Invista em looks confortáveis mas também versáteis, ou seja, aqui vale aquele bom e velho truque da camisa ou casaco amarrado na cintura, pois se caso esfriar ele te salva independente do seu look.

 

  • Invista também no bom e velho jeans e nas camisetas

 

  • Com saias, vestidos ou shorts aposte naquele moletom não tao quente ou naquela blusa de fio

 

  • Nos sapatos aproveite as botinhas – principalmente as com aplicações ou modelos mais atuais. Mocassins ou tênis também são bem vindos

 

 

 

 

 

 

 

 

O PRIMEIRO

Mais um começo para esse ano de tantas mudanças na minha vida. Cidade nova, morando sozinha, faculdade, sonhos, (des)ânimos, (des)ilusões, (in)certezas, tudo isso e mais a vontade constante de querer me comunicar com o mundo e acima disso, ser escutada. Por esses motivos que criei este blog. Não quero rotular como sendo sobre assunto x ou assunto y, quero ter a liberdade de escrever sobre o que tiver vontade. Espero que seja uma experiência que traga coisas positivas. Veremos onde isso ira levar.